CERTIFICAÇÃO FLORESTAL

A certificação florestal é um processo voluntário ao qual se submetem empresas e pessoas que fazem uso de matéria-prima ou produtos florestais para obter ganho econômico. Este uso inclui a extração, produção, transformação, consumo e comercialização de produtos oriundos de florestas nativas ou plantadas. Este processo atesta que a atividade certificada, seus produtos e a sua produção estão de acordo com os três pilares da sustentabilidade: correção ecológica, justiça social e viabilidade econômica. São passíveis de certificação, a produção florestal e a cadeia de custódia de produtos florestais.

Quem concede o selo que garante a certificação é a certificadora, uma empresa ou organização que avalia e assiste o solicitante no processo. No Brasil os selos de certificação são o FSC (Forest Stewardship Council), sigla em inglês para Conselho de Manejo Florestal, organização internacional que não concede a certificação, mas credita as certificadoras no mundo todo certificando que estas estão capacitadas para conceder os selos que devem estar de acordo com os Princípios e Critérios do dito conselho e, o CERFLOR, criado pala SBS, Sociedade Brasileira de Silvicultura e creditado pelo INMETRO (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial) e, internacionalmente, pela PEFC (Programme for the Endorsement of Forest Certification Schemes).

Para saber mais sobre a Certificação Florestal seguem abaixo alguns links de interesse:

IMAFLORA

SNIF FLORESTAL

CIFLORESTAS

IPEF

INMETRO